Rapidez ou Calma

Hoje tudo acontece muito rápido que tenho que parar para poder perceber a vida acontecendo.

 Todos nós temos algo em comum, o pensamento acelerado e a cabeça cheia. A quantidade de informações dentro de um único dia é enorme, passam tantos pensamentos que não da para perceber todos eles e no final de um dia, nos sentimos cansados, exaustos de tantas coisas para fazer.


Esta é uma das doenças mais comuns da nossa sociedade moderna, a “correria”.

Venho parando para observar minha mente e as informações que existem nela e pude perceber que realmente trabalho muito. Existem tantas coisas, são desejos, necessidades, anseios, julgamentos, cobranças, medos, tristezas, memórias e mais memórias que trago na mente, ainda bem que encontrei um pouco de equilíbrio e alegria no meio disso tudo, rss.

 Estava contando um pouco da minha rotina diária para minha parceira e quando percebi já falava ha um bom tempo sobre a correria de como funcionava minha mente. Esta prática foi excelente, recomendo que você faça, vai perceber o quanto existe de pensamentos e correrias dentro de você, vale a pena.

 

Conforme fui observando e colocando a atenção em tudo o que acontecia, percebi que as situações foram se apresentando mais claras, detalhes começaram a aparecer e também as reações da minha mente foram ficando claras.


É impressionante perceber tudo isso, são tantas informações e reações condicionadas que acontecem segundo a segundo que você acredita que isto é normal e que a vida se resume em fazer e conquistar coisas, mesmo lendo todos os dias que não se leva nada de material deste mundo.


Venho experimentando o sabor da calma e da tranquilidade dentro da minha mente e isto é fantástico, pode acreditar. A cada nova situação que chega me lembro de acalmar para perceber o que ela significa para mim e o que preciso ou não fazer. A ansiedade, a insegurança e o medo vão enfraquecendo, não dou mais espaço para eles e assim a “evolução real da consciência”está seguindo em frente.


Todos nós podemos fazer, sinto lá no fundo que não há nada a mais a ser feito do que isto, acalmar, perceber, sentir e comandar minhas ações, não mais reagir.


Saulo Luciani